PROJETO DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL E SUSTENTÁVEL COSTA CATARINA

O Projeto Desenvolvimento Territorial Costa Catarina, que integra os municípios de Paulo Lopes, Garopaba e Imbituba se situam entre as margens do Oceano Atlântico e as Serras do Leste Catarinense, conferindo aos mesmos uma grande diversidade de ambientes (oceano, lagoas, campos e serras - todos muito próximos), de atividades econômicas (cerâmica, vestuário, construção civil, indústria, comércio e serviços) e de culturas tradicionais de origem Açoriana. A partir da metade do século XVIII, imigrantes das Ilhas dos Açores na costa de Portugal, colonizaram o litoral de Santa Catarina, trazendo consigo seus costumes gastronômicos, suas festas típicas, seu artesanato e suas práticas tradicionais na agricultura e pesca, considerados atualmente como um rico patrimônio cultural a ser preservado.
Os três municípios estão inseridos na Área de Proteção Ambiental - APA da Baleia Franca, que abrange 130 Km de linha de costa e que foi criada em 2.000 com a finalidade de proteger a espécie entre os meses de julho a novembro (quando as baleias vêm dar a luz aos seus filhotes nas enseadas abrigadas do litoral catarinense), bem como fomentar a conservação do ecossistema costeiro e ordenar as atividades de possível impacto na região.
Além da APA, o Parque Estadual Serra do Tabuleiro ocupa mais de 50% do território do município de Paulo Lopes e representa a maior Unidade de Conservação de Proteção Integral de Santa Catarina, com uma beleza cênica inigualável onde encontram-se, além da rica biodiversidade, as nascentes de água que abastecem a região centro-sul do estado. Dentre os habitantes de Paulo Lopes, 35% estão na zona rural, sendo agropecuária a atividade econômica predominante, com destaque à agricultura familiar na produção de arroz, mandioca, feijão, milho e frutas. Nos últimos anos, o município vem se destacando pela produção de cultivos agroecológicos, principalmente hortaliças, mel e plantas medicinais.
O Turismo litorâneo é o grande atrativo da região. Garopaba se destaca nesse sentido pela sua ampla diversidade de praias, dunas, cachoeiras e lagoas. Durante todo o ano sucedem diversas safras de pesca, com destaque à pesca da tainha, e festividades religiosas que contam com o respeito e a participação da comunidade local. Na área interiorana do município, engenhos tradicionais de farinha de mandioca, de açúcar mascavo e derivados como o melado e a cachaça, continuam fabricando estes produtos de forma tradicional.
Imbituba, além de possuir características semelhantes às já citadas nos outros dois municípios, destaca-se no panorama nacional e internacional, no setor econômico pela sua crescente atividade portuária, no setor turístico pelas suas belezas naturais como a praia do Rosa, eleita uma das 30 mais belas do mundo, e no setor do esporte com a Praia da Vila e a Lagoa de Ibiraquera, ambas palco de importantes campeonatos de surf, kitesurf e windsurf. A Lagoa de Ibiraquera ainda abriga uma expressiva atividade pesqueira artesanal, com destaque à captura do camarão pela comunidade ribeirinha, produto conhecido na região pela sua excelente qualidade.